SÃO JOSÉ DO RIO PARDO E REGIÃO – ANO 34

Prédio de escola Professora Alice Rezende Bernardes abandonado pela prefeitura

08/05/2021

A escola municipal, fica - ironia do destino - praticamente em frente a sede do Ministério Público do Estado de São Paulo em Mococa.

As muitas árvores deixam o ambiente escuro e muitos jovens vão para fazer uso de drogas à noite, conforme os vizinhos informaram ao DEMOCRATA. Um ponto de uso de entorpecentes, segundo a vizinhança. Exatamente em frente à sede do MPSP.

O prédio, sem telhado, já vai se deteriorando. Mato alto e sujeira causam aglomeração de animais peçonhentos, como cobras e escorpiões, vistos ali com frequencia.

Semana passada tiramos umas madeiras que estavam ali na frente e tinham 10 escorpiões”, contou um morador.

Minha neta teve que ir tocando com um cabo de vassoura uma cobra que vinha atravessando a rua, ainda esta semana”, disse outra moradora.

A prefeitura vai deixando os prédios públicos nestas condições. Em breve começam as locações, gastos com alugueis para poder prestar serviços públicos, como está acontecendo com o Pronto Socorro.

O volume de prédios abandonados é impressionante, e a visão destes traz tristeza para qualquer coração envolvido com a coisa pública.

Enquanto os prédios públicos vão se desmanchando, empresários querem fazer uma vaquinha para revitalizar a pista de atletismo.

Prioridades? Nem pensar. O Governo não conseguiu nem elaborar um plano de metas e apresenta-lo à Câmara.

No site do Ministério Público do Estado de São Paulo pesquisa realizada retorna inexistência de qualquer procedimento aberto para apurar a questão dos prédios abandonados em Mococa.

*Matéria publicada originalmente na versão impressa de DEMOCRATA de número 1665 de 1 de maio de 2021, p14

Mais notícias

Jornal Democrata
São José do Rio Pardo e Região
Whats 19 3608-5040
Tel.: 19 3608-5040

Siga-nos nas Redes Sociais